Procurando algo por aqui?

Carregando...

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Artur | Nascimento

Esta semana estou embalada pelos nascimentos...
Hoje resolvi mostrar a chegada do Artur.
Esse nascimento foi mais que especial para mim - como fotógrafa, todos o são, sempre. Agora, como amiga, é um sentimento indescritível poder estar presente na chegada do filho de um casal tão querido, da uma irmã de coração. 
Tinha uma viagem marcada e o tal Tutu não nascia. Acordei de madrugadinha, para sair de casa com as crianças dormindo no carro. O combinado era que eu voltaria do litoral assim que soubesse do trabalho de parto (combinado de ficar "de mau" se a Ju não me ligasse). Assim que vi a mensagem, olhei para meu marido já soltando um "vai você com as crianças e eu fico". Ele fez rapidamente as contas para ver quanto tempo eu demoraria, indo de ônibus para encontrá-lo, e sentenciou "ficamos todos". Essa cumplicidade é algo que realmente não tem preço. Conheço muito marido por aí que teria surtado nesse momento. Aqui, aproveito para fazer um comentário extra. Toda vez que o telefone toca na madrugada, ele pula da cama comigo e corre conferir baterias, cartões e arrumar todo meu equipamento que, por ventura, não esteja em ordem. Marido de ouro esse - melhor não espalhar muito - reza a lenda que esse tipo de coisa a gente não conta prazamigaz (melhor mentir e dizer que não sabe lavar louça e adora futebol - assim o olho grande não cresce pro meu lado *rs). 
Voltando ao nascimento do Tutu...
Declarado oficialmente que eu ficaria, precisaria apenas esperar a Raquel, doula, dar o sinal verde para eu ir até Campinas, onde o mocinho nasceria. Não aguentei esperar os "dez minutinhos" da Raquel e já me mandei pela estrada. Claro que cheguei antes da parturiente - ansiosa que estava, não ficaria esperando em casa de jeito nenhum. 
A Ju chegou com uma calma só dela, com a Raquel, a doula mega especial que a acompanhou durante todo o processo de descobertas na gestação. Linda. Tivemos alguns minutos de espera na recepção e, ao subirmos, fomos direto ao centro obstétrico. Lá nos esperava a Mariana Simões, uma médica fantástica que Campinas tem o prazer de acolher. Com aquele olhar confiante, dizia à Ju que ela conseguiria sim, seu filho estava prestes a nascer.
Cabe salientar que o Artur é o segundo filho da Ju e do Ale. O primeiro, nascido de uma cesárea desnecessária, abriu as portas para novas descobertas. Agora vinha o segundo bebê, para mostrar à Ju que seu corpo era capaz não só de gerar, mas de parir um filho. A alma, com a cicatriz ainda dolorida pelo primeiro parto que lhe fora roubado, foi acalentada pelo cheiro daquele parto, por aquele novo filho que chegava. E assim foi. Num trabalho de parto rápido e lindo, veio ao mundo Artur. E a mãe, enfim, acreditou que era capaz. 
Ju, feliz por ver seu sonho realizado e poder fazer parte dessa história linda. Love ya!
Ale, minha admiração por você ter sido esse marido especial, estando ao lado da Ju durante todo o processo de busca por informações e ajudando tanto durante o nascimento do tutu. Você é O cara. ;)
Em vez de fotos, deixo o vídeo desse momento. Que ele possa tocar e inspirar a vida de todas as mulheres que o virem assim como, algum dia, outros vídeos tocaram e inspiraram a Ju durante sua busca pelo seu tão sonhado parto natural. 
Beijos,



Equipe: 
Obstetra: Mariana Simões
Neonatologista: Maria Otilia Bianchi 
Doula: Raquel Oliva (comparto.com.br)
Pai e massagista: Alexandre  
Fotógrafa: Kelly Stein



terça-feira, 29 de outubro de 2013

Nascimento | Maite

Parto é um evento familiar, desde sempre. Não sei ao certo quando deixou de se-lo para virar evento médico. Claro, os médicos são fantásticos, salvam vidas todos os dias através do seu conhecimento mas, enquanto gestante de baixo risco, essa mulher, essa gestante, tem o direito de optar por ter seu filho onde se sentir segura. E foi assim que conheci a Bia, uma mulher que queria parir no aconchego do seu lar, ao lado do marido e da filha mais nova. 
O nascimento de sua primeira filha deixou algumas cicatrizes na alma pois, depois de muitas horas de trabalho de parto, seu corpo disse "não" e uma cirurgia foi necessária. Na segunda gestação, a história se fez diferente. Ela se entregou ao processo do nascimento e seu corpo consentiu. E assim veio ao mundo a pequena Maite, numa banheira cheia de pétalas de rosas, sob o olhar atento de seu pai e de sua irmã. 
Mais uma vez, além do nascimento de um bebê, vi uma mulher renascer. 















Equipe: 
Ana Cristina Duarte - obstetriz. 
Graciela Mauad Avila - doula
Ana Paula Caldas - neonatologista
Kelly Stein - fotógrafa
Fred - pai e cozinheiro
Loren - irmã e responsável pela trilha sonora Patati Patata  ;)